NACIONAL

Confira calendário da prova de vida de aposentados e pensionistas do INSS

Os primeiros bloqueios serão para os benefícios daqueles que foram convocados para fazer a prova de vida pela ‘internet’, ainda no início do ano, e não o fizeram

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai retomar o bloqueio de pagamentos por falta de prova de vida dos seus beneficiários. A retomada acontece após mais de um ano de suspensão por conta da pandemia de Covid-19. 

As regras começam a valer no dia 1º de junho e foram publicadas nesta quinta-feira (13), no Diário Oficial da União. 

O prazo se encerra no dia 31 deste mês. Vale lembrar que ainda é possível realizar o procedimento em um banco, até mesmo em caixas eletrônicos.

Calendário de prova de vida

A partir de 1º de junho, todos os demais segurados terão que ir aos bancos para realizar a comprovação de vida. Para isto, o beneficiário não precisa se apressar, tendo em vista que deverá obedecer à escala pelo mês de aniversário. Veja abaixo como proceder: 

  • Prazo original: Março e abril/2020 / Nova prova de vida: Junho/2021 
  • Prazo original: Maio e junho/2020 / Nova prova de vida: Julho/2021 
  • Prazo original: Julho e agosto/2020 / Nova prova de vida: Agosto/2021 
  • Prazo original: Setembro e outubro/2020 / Nova prova de vida: Setembro/2021 
  • Prazo original: Novembro e dezembro/2020 ; Nova prova de vida: Outubro/2021 
  • Prazo original: Janeiro e fevereiro/2021/ Nova prova de vida: Novembro/2021 
  • Prazo original: Março e abril/2021 / Nova prova de vida: Dezembro/2021 

Como proceder em caso de bloqueio do benefício 

Caso haja bloqueio do benefício por falta de prova de vida, primeiro o beneficiário deverá solicitar a reativação de forma remota, através do site ou do aplicativo Meu INSS. 

No endereço eletrônico será solicitado documentos pessoais, como CPF e RG, além do comprovante de residência. Após realizar o requerimento online, o beneficiário deverá comparecer ao banco para concluir a realização da prova de vida. 

Prova de vida digital 

Ainda no início do ano, o INSS lançou a prova de vida digital para 5,3 milhões de segurados. Essas pessoas foram convocadas para integrar esse projeto-piloto.  

Vale lembrar que a prova de vida é obrigatória para os segurados do INSS que recebem seu benefício por conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. Por isso, todo ano eles devem comprovar que estão vivos, evitando fraudes e pagamentos indevidos. 

Diário do Nordeste

Botão Voltar ao topo