DESTAQUESNACIONAL

Itapemirim remarca voos antes da estreia e oferta viagens gratuitas

Com passagens vendidas a partir de 119 reais, a Itapemirim Transportes Aéreos ofereceu preços até 65% abaixo da concorrência para trajetos semelhantes. E, segundo Tiago Senna, vice-presidente do grupo, o resultado foi acima do esperado e provocou problemas no site, com 12 milhões de acessos simultâneos. Inicialmente, haverá oito destinos, mas a meta é chegar a 35 ainda em 2021.

Frota: dos cinco aviões previstos, apenas dois estão prontos para voar (Grupo Itapemirim/Divulgação)
Frota: dos cinco aviões previstos, apenas dois estão prontos para voar (Grupo Itapemirim/Divulgação)

A Itapemirim Transportes Aéreos terá o primeiro voo comercial no dia 30 de junho. Mas clientes tiveram passagens remarcadas — e até canceladas — pouco antes da estreia da empresa na aviação civil. Esse fato rendeu até carta com pedido de desculpas, assinada pelo presidente do grupo, Sidnei Piva, para clientes.  A companhia garantiu manter a data inaugural.

“Comprei a viagem de Belo Horizonte a Guarulhos (SP), ida e volta, para sair pela manhã e voltar à tarde. Eu sou apaixonado por aviação e nunca participei de voo inaugural, que tem batismo do Corpo de Bombeiros e toda a cerimônia. Mas remarcaram o primeiro trecho, antecipado um dia, para 30 de junho. Depois, me ligaram para cancelar a volta”, diz o estudante Gabriel Araújo.

Para o trajeto de ida, a Itapemirim ofereceu outras opções de remarcação. Diferentemente da volta, que teve de ser cancelada por falta de disponibilidade de assentos. “Eu até arrumei um jeito de ficar em São Paulo. Só que, com a falta de opções de volta, preferi deixar a reserva em aberto e pretendo usar ao longo do ano. Mas procurava justamente a experiência”, afirma o mineiro.

De acordo com a Itapemirim Transportes Aéreos, os cancelamentos foram realizados para readequações da malha e todos os passageiros afetados foram notificados com antecedência. E, além do reembolso ou o direito à remarcação, houve uma bonificação com duas passagens (de ida e volta) a qualquer destino com operações da companhia e validade para utilização durante 12 meses.

Atualmente, somente duas das cinco aeronaves previstas para as operações já estão disponíveis — duas seguem no processo de pintura e adequação, enquanto outra, já está pronta, ainda precisa vir dos Estados Unidos. Novamente, a companhia aérea afirma todas as unidades serão incorporadas até o dia 2 de julho. Mas fontes ligadas à empresa afirmam que há capacidade de operar com só três.

Com passagens vendidas a partir de 119 reais, a Itapemirim Transportes Aéreos ofereceu preços até 65% abaixo da concorrência para trajetos semelhantes. E, segundo Tiago Senna, vice-presidente do grupo, o resultado foi acima do esperado e provocou problemas no site, com 12 milhões de acessos simultâneos. Inicialmente, haverá oito destinos, mas a meta é chegar a 35 ainda em 2021.

Em meio à disputa com credores por conta do processo de recuperação judicial (atrelado à viação que é parte do grupo), a companhia garante que todas as cláusulas foram cumpridas “rigorosamente”, mas há contestação de ex-funcionários. Com investimento de fundos árabes, a estreante será inaugurada sob a ambiciosa meta de Sidnei Piva: conquistar a liderança do mercado doméstico.

Exame

Botão Voltar ao topo