CEARÁDESTAQUESPOLICIAL

Casal é morto em Caucaia por não entregar apartamento para facção

Moradores estão ameaçados. Quem não entregar o imóvel aos bandidos é morto

Moradores de vários condomínios residenciais populares da periferia de Fortaleza e municípios da Região Metropolitana, do Programa Minha Casa, Minha Vida, estão assustados com as últimas ações de facções criminosas. Bandidos voltaram a intimidar a população e exigir a saída dos moradores de suas casas e apartamentos.  Em Caucaia, um casal se recusou a obedecer à ordem de retirada e acabou morto.

Esta é a informação que já consta na investigação da Polícia Civil sobre o assassinato de um  casal na manhã do último domingo (29), no Conjunto Araturi, no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

De acordo com informações colhidas pela Polícia, o casal trafegava de motocicleta e quando se aproximou da residência, um apartamento localizado em um dos blocos do Condomínio José Lino da Silveira, foi emboscado pelos assassinos.

Nasson da Silva Garcia, 29 anos; e a esposa, Ruth Ribeiro Fernandes da Silva Garcia, 28, foram  executados a tiros na entrada do residencial. Testemunhas afirmam que os assassinos já estavam à espera das vítimas e, após terem praticado o crime, saíram correndo e desapareceram nas proximidades.

Ocuparam

Segundo a família, o casal havia sido “intimado” a abandonar  o apartamento. Os bandidos teriam dado até prazo para a mudança. O casal se recusou a atender a ordem de bandidos de uma facção e acabaram mortos. Moradores silenciam sobre o caso temente represálias.

Há, porém, informações de que bandidos já estão ocupando o apartamento onde o casal morava.

CN7

Botão Voltar ao topo