CEARÁDESTAQUESPOLICIAL

Subtenente mata uma pessoa e baleia outra durante confusão por som alto em Fortaleza

O subtenente da Polícia Militar, Reginaldo Alves da Silva, matou o vizinho e baleou outra pessoa após uma discussão relacionada a som alto na noite de sábado, 6. Diogo Lima dos Santos, de 18 anos, chegava em casa quando foi ferido e morreu no local, na rua Antero Quental, bairro Paupina, Fortaleza. 


Após o crime, o PM se trancou em casa, e familiares de Diogo começaram a depredar a residência do agente de segurança. Os moradores ficaram revoltados com a situação e se planejavam para um linchamento. Depois da chegada da Polícia, o subtenente ameaçou se matar caso os militares entrassem na casa. 


A equipe de negociação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) agiu em negociação, por telefone, durante quase duas horas até que Reginaldo se entregasse. O subtenente entregou o colete balístico e a arma. Ele foi preso e encaminhado ao 30.º Distrito Policial. Durante a negociação, ele ligava para a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), para a esposa e diversas pessoas. Para realização do trabalho, foi necessário o Bope usar um bloqueador de sinal.

A partir disso, a negociação teve início sendo mantido o canal de conversa. O militar é da ativa e atua no 2.º Comando de Policiamento Regional, que corresponde à Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Ele já foi detido anteriormente após transgressões na corporação. 


O POVO

Botão Voltar ao topo