DESTAQUESNOVA RUSSAS

Prefeitura ampliou acesso à água potável para cerca de 2.500 pessoas em Nova Russas

A Prefeitura de Nova Russas, por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), investiu em ações com o objetivo de levar acesso à água potável para a maior quantidade de localidades e comunidades possível em 2021. Segundo o balanço divulgado pelo órgão, cerca de 2.500 pessoas foram beneficiadas com as iniciativas.

Durante os últimos 12 meses, foram 25 poços profundos perfurados e instalados, abrangendo mais de 20 comunidades e localidades do município. “Para muitos, a água pode ser algo simples, mas para a maioria é essencial”, destacou a prefeita Giordanna Mano, durante o discurso na cerimônia de entrega da rede de abastecimento de água na localidade de Cachoeira de Cima.

“Há tempos que a gente esperava por isso, e Deus concluiu. Que pena que não tem meu esposo, meu pai ou minha mãe para ver essa realização, mas tem eu ainda, e quero agradecer muito esse presente”, comemorou a professora Valquíria Alves, moradora da localidade de Mulungu, que também foi beneficiada.

Além das medidas para ampliar o acesso da população à água potável, o Saae também realizou obras de instalação e ampliação da rede de esgoto no município. Foram quase 500 metros de rede instaladas ou ampliadas, incluindo áreas da sede e da zona rural.

Mais recentemente, o órgão foi responsável por mais de 200m de esgoto na rua Napoleão Moura. “Eu agradeço muito essa obra, porque a gente sentava na calçada e era uma podridão, mas graças à Deus já foi tudo resolvido. E eu agradeço à toda a equipe da prefeita Giordanna Mano por isso”, afirmou a dona do lar Vanderlúcia Alves Pereira.

Atividades de destaque

Outras atividades de destaque promovidas pelo Saae durante o ano incluem a troca de 400 hidrômetros novos para a melhoria na medição dos consumos de água; a construção, em conjunto com a Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh) da casa de energia/bombeamento e alojamento no Açude Linhares; a revitalização e readequação da Estação de Tratamento de Água (ETA), além da ampliação de 90 m da rede de distribuição de energia na ETA do distrito de Canindezinho, para utilização no poço amazonas.

Botão Voltar ao topo