DESTAQUESPOLICIALREGIONAL

Ipueiras: Homem morre ao colidir em caçamba na (CE) 187; Veja vídeo do local

Uma colisão entre carro e motocicleta ocorrida nesta quarta-feira (15/06/2022) deixou uma vítima fatal no município de Ipueiras.

O acidente ocorreu por volta das 15h30 na (CE) 187, saída de Ipueiras para Nova Russas e a vítima fatal foi o Antônio Carlos Mariano de Souza, conhecido como Branco, 34 anos, que residia em Santa Luz, região do distrito Conceição, município de Hidrolândia, que conduzia a motocicleta Honda CG 150 Fan, ano 2010 de cor preta, placa NUS 3345 — Ararendá.

Ele acabou colidindo no caminhão caçamba, Mercedes Benz, 2007, de cor branca, placa NFT 7H78 – Ipueiras, conduzido pelo Máercio Torres Galvão, residente em Milhã, Ipueiras, que aguardou a polícia no local, levado para o Destacamento Policial, e em seguida, à Delegacia Regional de Polícia Civil para prestar declarações. Foi constatado que ele não havia ingerido bebida alcoólica.

Segundo o condutor da caçamba, estava saindo da cidade e na curva, ao entrar para a esquerda, já quase totalmente fora da pista, o motociclista que trafegava em sentido contrário, colidiu na lateral do caminhão, próximo ao pneu traseiro, morrendo no local.

A ocorrência foi atendida por policiais de Ipueiras na viatura 7422, com apoio de policiais militares de Ararendá.

Uma equipe da PRE do Posto de Sucesso também esteve no local da ocorrência.

O corpo foi recolhido ao núcleo de Perícia Forense de Crateús.

Ele conduzia sua companheira na garupa da moto, socorrida ao hospital local.

Local do sinistro.

Vale ressaltar, que “Branco das Estacas” havia sofrido uma tentativa de homicídio em 28/02 desse ano, em Charito/Ipueiras, escapando por um milagre, após ter sido lesionado com uma facada no pescoço.

Na ocasião, o agressor deixou a faca cravada no corpo da vítima. Relembre o caso:https://www.google.com/amp/s/radialistadeneslima.com.br/2022/03/01/homem-fica-com-faca-cravada-na-nuca-apos-ser-lesionado-em-charito-zona-rural-de-ipueiras/%3famp=1

Botão Voltar ao topo